29 de junho de 2009

Too old to Rock n´ Roll, Too young to die.

O título do post de hoje é inspirado no álbum homônimo do Jethro Tull, que gira em torno da história fictícia de uma estrela do rock n´roll e sua decadência com a idade chegando.

Estive nos últimos dias acompanhando o meu pai, se recuperando de nova cirurgia no hospital. Quando minha irmã e meu cunhado me chamaram para ir a um barzinho no domingo, logo aceitei. Um pouco de diversão faria bem.

Chegamos e pelo lado de fora já vi que a música era boa. A fila era grande, dei uma desanimada. Mas nada como alguns contatos... Entramos pela lateral e sem pagar couvert. Bom né?

Eu sei que vou parecer muito presunçoso... Mas quando entrei me senti um movie star. Ok, rock star, pra ficar dentro do tema... Todas aquelas mulheres estavam realmente olhando e sorrindo para mim? Haja presunção, mas eu realmente me senti bem!

Porém em pouco tempo as minhas reações foram se misturando. Ok, a música era boa. Ok, as pessoas eram bonitas. Ok, a receptividade parecia boa. Mas, Deus do céu, aquilo tava parecendo geral do maracanã em dia de FlaFlu! Tinha que pedir licença e fazer malabarismo pra levar o copo até a boca. Se quisesse ir no banheiro era bom planejar com uma hora de antecedência, sob o risco de não ter tempo suficiente...

Foi então que comecei a pensar: "Será que eu estou velho demais pra isso???"

Olhei ao redor. Tinham pessoas mais novas. Mas também tinham mais velhas. Eu estava cronologicamente dentro da média. A música também se enquadrava com a faixa etária. Resolvi relaxar e tentar curtir... Mesmo a temperatura interna estando uns 10 graus acima da que fazia do lado de fora... Mesmo eu me espremendo mais do que pra pegar lugar no tobogã em dia de jogo do Timão...

É, realmente as meninas olhavam... Bastante... Realmente eu sou tímido pra cacete. Comecei a ficar puto comigo mesmo, alguma coisa eu precisava fazer! Será que existe um curso de small talk? Preciso de uma reciclagem! E de preferência que tenha como extra uma palestra "Além do som alto: como compreender seu interlocutor." Alguém puxou a minha mão. Não estava entendendo nada... Pisquei duas vezes... Eu realmente estava sendo puxado pela moça, que me olhava e só faltava dizer: "Vai ficar aí parado?"

Meu cunhado aparece. "Léo, vamos sentar lá fora? Isso aqui tá uma loucura!"

Sentei na mesa ainda meio atordoado. Será que estou velho mesmo? Que nada!!
Sim, eu não tenho mais vinte e poucos. Sim, as coisas mudaram nos últimos anos. Sim, passei algum tempo longe dessas coisas. Mas é só questão de readaptação (tips are welcome, thank you!). Afinal, como diz a música:

No, you're never too old to Rock'n'Roll if you're too young to die.

13 comentários:

Fofa disse...

Sweety,

Saiu na chuva tem que se molhar!
Que mané velho que nada!
Ta é com falta de treino!

Vamu pular? rs

Beijocas

Marina disse...

Às vezes me acho muito velha pra essas coisas, porque desacostumei. Prefiro locais abertos, mais iluminados e menos barulhentos, que possam render uma boa conversa. Dia desses, acabei indo pra uma boate e estranhei bastante. Mas acostuma.

Obrigada pelo carinho, viu? Beijos!

Crystal disse...

Não, você não está velho (com certeza não!!), realmente as coisas mudaram e as mocinhas estão atiradinhas demais, é até covardia... pois como eu não consigo ser assim, sempre saio perdendo.

Presunção nada! Tenho certeza que estavam olhando pra voce e elas nem imaginam que você é um ótimo personal mexerica descascator, imagine se soubessem, rsrs

Eu também quero ir no show do U2!!

Beijos

Petitinha disse...

Que velho nada! Tá é muito bem e acho que todo mundo aqui concorda comigo, se você não sai para comprovar isso suas leitoras te convencem rsrsrsrs.
Imagine que eu ainda estou nos vinte e poucos e estranho essa "evolução" das coisas,meninas muito atiradas, na última vez que saí assediaram meu boyfriend, e eu estava do lado!!
Mas, talvez você nem tivesse com muita cabeça por causa da situação do seu pai, ele está melhor?Espero que sim.
Bom fim de semana.
BJOKS.

Leonardo disse...

Fofa,

Tá bom, tá bom...
Se é pra se molhar, nem vou levar guarda-chuva!

Hey! Ho!

Beijo


Marina,

Adoro um rock n´roll. Mas realmente não consigo entender como conversar num lugar tão barulhento. Talvez o objetivo seja realmente esse: dar um bom motivo para quem não tem assunto ficar sem falar! Rsrs

Será que eu acostumo??

Beijo


Crystal,

Se eu não estou velho, talvez seja um problema de atualizar o sistema. Onde acho o meu botãozinho de "Windows Update"??

Enquanto isso mantenho meus dons de personal mexerica descastator longe do conhecimento do público geral. Vai saber qual seria a reação das moças??

Beijo


Daiana,

Ok, ok! Vocês me convenceram! Estou com 32, mas com corpinho de 31! E com muito chão pela frente! rsrs

E já que as coisas mudaram, o jeito é readaptar mesmo. Mas volto a dizer... Alguém tem dicas?? Cadê o botãozinho de update?!?!

Ahh, meu pai está ótimo! Já saiu do hospital, super bem!

Beijo

Beth Cerquinho disse...

Amei seu blog..parabéns..
Bjka e uma mega semana

N. Ferreira disse...

Oi Leonardo! Vim retribuir a visita, e que surpresa bacana! Adorei o blog, tanto na linguagem quanto no conteúdo. Vou voltar certeza!
Sobre o texto, acho que o tempo hoje em dia passa muito muito rápido e, em relação às mudanças, a gente vai ficando velho MESMO. Velho no sentido de ultrapassado mesmo, nada a ver com a idade. Acho que depende um pouco do quanto vc participa das transformações, o quanto vc tá inserido no contexto pra acompanhar essa "evolução". Sem botão de update, o update é lá fora mesmo, tentando se adaptar.
Mas sabe de uma coisa? SUPER OK se vc não se sentir adaptado - tem uma LEGIÃO de desajustados por aí que também sente que não acompanha e que cria seu próprio círculo - ambiente.
JOIN US!
Beijos e agora sim vou fuçar o blog!

N. Ferreira disse...

Ah, esqueci de perguntar... que post dos patos????
Tô encanada com isso até agora, tentando descobrir!

Sisa disse...

Pra começar a amar o post, Jethro Tull. AMO. AMO. AMO. Tem tudo a ver comigo. Depois essa sensação familiar de sair e não saber o que fazer na balada. No "meu tempo" a coisa era bem menos agressiva. As pessoas perguntavam o nome antes de tentar beijar, as mulheres não disputavam os homens a tapa e tudo era bem mais civilizado. Quando saio (e olha que não vou em balada teen, geralmente vou em lugares 30+) fico escandalizada. Outro dia estava com um amigo e duas meninas faltaram engolir o cara. E se fosse meu namorado, pô? Custa chegar perto de forma civilizada? Enfim. I'm too old to rock'n roll.

Beijos.

Juliana Veronese disse...

Vocês gostaram do meu 'personal mexerica descascator", né?!
Achei o seu texto muito legal, e concordo com a conclusão dele. No fim das contas, a gente se adapta a qualquer coisa, é tudo uma questão de fase e de vontade. Mas não se sinta um ET nas baladas, não, elas realmente estão mudadas - um pouco mais selvagens, digamos. Alguns bares de São Paulo parecem uma micareta - tanto pelo número de pessoas por metro quadrado como pela disposição dessa gente toda. Mas dependendo do dia, você se diverte até na micareta. ;)
Visitarei seu blog mais vezes!
bjs

Leonardo disse...

Beth,

Obrigado pela visita! Fico sempre muito feliz de ter novos leitores!

Beijo e boa semana pra você também.


Nana,

Obrigado!! Volte mesmo que eu adoro ler os pitacos que deixam sobre as besteiras que eu escrevo!
E se você puder, me mande uma ficha para que eu me inscreva na legião dos desajustados! rsrs

Beijo


Sisa,

Quando a gente fala "no meu tempo" parece que foi no século passado né? Ops! E foi mesmo!! hehehe
E apesar de não fazer tanto tempo assim, as coisas mudaram né?? Às vezes me assusto. Mas no geral eu dou mesmo é muita risada observando a fauna humana!

Beijo
E Jethro Tull é bom demais!


Ju,

Legal que você apareceu por aqui! Volte mesmo!!
Sabe que eu não me senti um ET?? Mas alguns dos tipos que andam por aí só podem ser originários de outro planeta... Cada figura! Tenho me divertido!

Beijo

sonho disse...

Velho...!!!Humm não me parece...:)
Não sei como im aqui parar...mas gostei e se não for inopurtuno vou voltar:)
Beijo de um anjo

Leonardo disse...

Sonho,

Obrigado! Volte sim e deixe seus comentários. Eu gosto!!

Beijo