17 de junho de 2009

Short stories vol. III - Em algum telefone

- Eu não acredito que você não me ligou!
- Eu já ia ligar. Acabei de chegar em casa.
- Você não se preocupa comigo? Depois de tudo que eu passei?
- Claro que me preocupo. Afinal passamos juntos né? Eu estava lá com você também...
- É...
- ...
- Mesmo assim! Você não se importa comigo!! Custava ter ligado antes?
- Bem, poderia não custar. Mas meu celular foi roubado. Junto com o seu. Lembra?
- Isso é sarcasmo? Não tem graça! Você sabe que eu odeio isso!
- Desculpa...
- Quer saber? Acho melhor a gente terminar isso por aqui mesmo!
- A conversa?
- Não! O namoro!!
- Como assim?? Por quê???
- Ahh, você não percebe?? Você não se importa comigo! Você não gosta de mim!!
- Mas...
- Não adianta! Não vem com desculpa. Vamos terminar... É melhor...
- Err... Tá bom...
- Então tchau!
- Err... tchau...


(Passam 30 segundos. O telefone toca)

- Alô?
- Você quer mesmo terminar comigo?
- Eu? Mas foi você quem falou que era melhor terminar!
- É... E você não falou nada!! Você ia aceitar?
- O que mais eu poderia fazer? Implorar? Quando um não quer, dois não namoram...
- É. Mas você nem pra insistir... pra brigar...
- Você tava me testando né?
- Não! Imagina. Eu? Te testando? Humpf!
- Então você quer terminar?
- Não mude de assunto! Estamos falando de você!
- Mas eu não quero terminar o namoro...
- Só que você não falou nada...
- Eu falei!
- Olha, vamos encerrar isso agora né? É melhor!
- O namoro?
- Não! A conversa!
- Aahhh...
- Vem me ver?
- Daqui a pouco estou aí.
- Te amo!
- Também te amo!

9 comentários:

Crystal disse...

Mulheres!!

Entendo perfeitamente.. as vezes falamos sem pensar ou só para provocar.

Voces homens sao muito objetivos!

A gente quer confete!

Denise disse...

Ai ai ai.....agente quer q eles funcionem em estereo e ainda por cima advinhem o que agente deseja e pior NAO fala o que deseja.

Não seria mais simples....mais facil e muito maisinteligente dizer:
Ei to carentona e queria paparico.

ai ai ai

Denise

Fofa disse...

Sweetie,

Nem vou dizer nada...
Vc sabe... To aqui rindo...
E além de tudo, a culpa é sua! rs

Em direção ao prêmio nobel da paz!

Beijocas

Ernani Netto disse...

Boa essa!!!

Totalmente real

Abraço

P.S.: To escrevendo em outro blog, dá uma passadinha lá:

http://ernaninetto.blogspot.com

Petitinha disse...

Tah, mas quem disse que a carente é a mulher? Pergunta retórica. Ahuhauhauahuahuahuha, muito engraçado!!!!
BJOKS Léo.

Leonardo disse...

Olá pessoas,

Olha lá hein? Vocês que estão falando!!! A Daiana que percebeu bem: Quem disse que a pessoa neurótica e carente é a mulher?? rsrsrs

Obrigado pelas visitas e comentários!!

Marina disse...

Podem até dizer "mulheres", mas eu não faço essas coisas, não.

Adorei o diálogo. Adoro diálogos. Acho que são meu fraco, adoro ler e escrever.

J. Araújo disse...

O texto acima ilutra bem o que as mulheres esperam de nós. Querem na veredade que nos humilhemos aos seus pés.

Nos mandam embora depois se arrependem, ou vice-versa. E o ppior é quando nenhum dos dois dá o braço a torcer. Ufa!!

Cara, aí o bicho pega. Elas qurem que confessemos nossas culpas, só pra ter o prazer de dizer depois que nos perdoou. Aí ficamos literalmente de rabo preso...

Gostei d seu blog, muito legal; volterei outras vezes.

Abraço

Leonardo disse...

Marina,

Realmente não são todas as mulheres que são assim - ainda bem! - e não são só as mulheres que são assim. Temos também exemplares do sexo masculino que são assim. Eu - ainda bem! - não!

Beijo


J. Araújo,

Obrigado pela visita cara! E como eu disse pra Marina, não são todas as mulheres não!! Ainda bem!

Abraço!